• Daniel Chagas

As Ilustrações de Otto Maffagafus

Se te perguntarem qual é a diferença entre o ser humano e os demais animais, é muito provável que a resposta venha quase que de imediato, como quem aprendeu isso há muito tempo e já ouviu e disse tantas vezes que sai de modo automático: “o ser humano é racional”. Okay, verdade seja dita... nos últimos tempos a gente pode até duvidar disso.


Mas uma coisa que me impressiona, senão a que mais o faz, é a capacidade que temos de comunicação. Tudo bem, não é exclusividade nossa, eu sei. Entretanto, nós temos uma lista extensa de maneiras e técnicas para nos comunicarmos. E muitos possuem ainda a habilidade de transformar em algo externo a si, pelas várias formas de linguagem, não apenas seus pensamentos, mas também uma coisa tão ou até mais complexa que isso: seus sentimentos.


Pare de ler por uns instantes e tente pensar nas vezes em que você ouviu uma música, viu uma pintura, leu uma poesia ou assistiu a um filme que te fez chorar. De minha parte, ouso dizer “incontáveis vezes”. E aí está, na opinião deste que vos fala, a grande diferença entre nós humanos e os demais animais: a arte!


A arte não é apenas uma maneira de o artista se comunicar. Ela vai além de só transmitir uma mensagem a um interlocutor. Ela transforma este interlocutor, que, ao contrário do que podemos pensar, não deve ser considerado somente um receptor da mensagem, que simplesmente recebe e absorve para si. Muito além da contemplação, a obra nos provoca a observar as coisas por detrás de um outro olhar, de uma outra experimentação. E isso nos afeta. Podemos considerar que a arte não comunica exclusivamente um sentimento pertencente ao seu criador, mas também ela tem o poder de comunicar-se aos nossos sentimentos.



Recentemente me peguei fazendo esta mesma reflexão ao ver uma ilustração, mais uma vez me entregando ao poder da arte de nos fazer pensar. Este desenho foi feito pelas mãos do Otávio Augusto, um ilustrador poçoscaldense e criador da página As Ilustrações de Otto Maffagafus, que decidiu criar, com sensibilidade e muito bom humor, séries de ilustrações sobre as fases de sua vida e os aprendizados que se tem com elas.


Sua série chamada inLÓVE foi criada a partir das suas experiências apaixonadas e fala sobre alguns dos sentimentos e sensações proporcionadas pela relação com seu namorado. E além de possuírem uma estética única, suas tirinhas conseguiram falar sobre uma realidade de várias pessoas, tratando de maneira muito sutil não só do amor entre os dois, ou da sensação de borboletas no estômago, mas também do preconceito que ainda enfrentam.

“Eu decidi fazer uma série pra cada momento que eu estivesse passando. E pra cada tema que eu achasse importante pro momento”


E foi justamente ao falar dos momentos importantes para sua vida que ele conseguiu fazer com que seu trabalho tocasse outros corações e ganhasse certa repercussão, mesmo se tratando de uma página relativamente recente, indo de encontro com a nossa reflexão, mostrando o quanto a arte é uma comunicação de dois lados, falando não só do sentimento do artista, mas também, e talvez muito mais, de quem a contempla.


“Os comentários das pessoas marcando os namorados... Falando que se sentiam assim? Foi lindo demais, eu não to acreditando até agora.”

Ao pensarmos a arte, seja em qual for a sua manifestação, muitas vezes nos esquecemos de sua força em transformar. E olhar para peças como essas me fazem relembrar de como inúmeras vezes não soubemos decifrar um sentimento, ou torná-lo comunicável, sendo necessário o uso de uma forma de expressão criada por outra pessoa. Ou mesmo nos faz perceber o mundo pelos olhos do outro e, ainda que não passemos por dificuldades ou experiências iguais, ou enfrentemos as mesmas lutas, é possível conhecermos este outro universo.


Daniel é formado em Publicidade e Propaganda pela PUC Minas - Poços de Caldas, aspirante a fotógrafo e editor de vídeos. Não assiste, lê ou ouve nem metade das coisas que gostaria, deseja muito ajudar a construir um mundo melhor e segue tentando.

48 visualizações

© 2019 por Coletivo Paralelas. Poços de Caldas - MG.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon