• Coletivo Paralelas

As dez principais propostas de Yula Merola (Cidadania)

Atualizado: Nov 18

Dia 15 de novembro é dia de escolher os próximos vereadores e a nova administração de Poços de Caldas. Com o objetivo de auxiliar nesse importante processo de escolha, criamos uma série especial com resumos das principais propostas de governo de cada candidato/a. Esse ano, nossa cidade conta com 9 concorrentes ao cargo de Prefeito/a.


A seguir, apresentaremos o nono e último texto especial dessa série, elencando as mais importantes proposições da candidata Yula de Lima Merola, do Cidadania. Esses resumos - que você pode rever clicando aqui - foram divulgados em ordem alfabética e todas as informações apresentadas foram retiradas do plano de governo oficial de cada candidato/a, que pode ser consultado em sua versão integral ao final de cada publicação.


Disputam a eleição para prefeito/a: Eduardo Junqueira Dias (PDT), Eloisio do Carmo Lourenço (PSB), Ércules Berlini Tassinari (PTB), Flávio Henrique Faria (REDE), Geraldo Laier (Podemos), Geraldo Thadeu (Republicanos), João Alexandre (Solidariedade), Sérgio Azevedo (PSDB) e Yula Merola (Cidadania).

Yula de Lima Merola nasceu em Brasília - DF, tem 49 anos e é servidora pública municipal. Seu partido é o Cidadania, que tem como Presidente Nacional o advogado e político brasileiro Roberto Freire. Até 2019, o partido era conhecido como Partido Popular Socialista (PPS).


Yula também é professora e pesquisadora na área da administração, liderando também movimentos que organizam a coleta responsável de resíduos. Ressalta em sua breve biografia divulgado em sua página oficial do Facebook que "defende uma cidade inteligente, que utiliza as tecnologias em favor da gestão".


O plano de governo de Yula Merola possui 16 páginas, organizado em quatro grandes objetivos: 1) cuidar das pessoas; 2) cuidar da cidade; 3) cuidar da gestão pública; 4) cuidar do futuro. Abaixo, as 10 principais propostas:


1) Melhorar a disponibilidade de serviços de saúde para pessoas com deficiência, com a

criação de uma oficina de órteses e próteses e contratar médicos especialistas em todas as áreas médicas, programando mutirões de urgência para zerar as filas;


2) Dimensionar adequadamente os recursos humanos em serviços de urgência e

emergência assegurando redução de custos e melhoria na qualidade do trabalho, com a

possível expansão do SAMU com uma base na Zona Leste;


3) Promover um diagnóstico preciso, com definição de indicadores, que será monitorado

pelo Observatório de Políticas Públicas, sobre as situações de vulnerabilidade no município, com o mapeamento de todas as situações de desassistência e violação de direitos da criança, do idoso, da pessoa com deficiência, da comunidade LGBTQIA+, da juventude e da população em situação de rua;


4) Estabelecer um Comitê de Crise, responsável pela inteligência e planejamento das

ações de maneira coordenada, com a participação em rede de todos os órgãos da segurança pública atuantes no município;


5) Elaborar e executar um plano de prevenção de desastres com projetos de drenagem,

desassoreamento e recuperação das áreas mais suscetíveis a alagamentos da cidade,

avaliando impactos e promovendo ações de solidariedade;


6) Elaborar e implementar o plano de segurança da água, conforme diretrizes da

Organização Mundial da Saúde, a fim de valorizar o potencial termal da cidade, de criar uma fundação do patrimônio hidromineral de Poços de Caldas e, ainda, de buscar parceria para a gestão empresarial para a valorização da marca “Águas Minerais Poços de Caldas”, elevando o potencial do negócio;


7) Revisar a política ambiental. Criar um banco de dados verde, inteligente, organizado

por bairros e online, sempre com a participação das comunidades e envolvendo a educação ambiental como prioridade;


8) Propor, já na transição, uma nova Lei que reestruture o organograma institucional,

com a racionalização de setores e responsabilidades, buscando mais eficiência econômica e qualidade no atendimento ao cidadão;


9) Revisar toda a comunicação institucional do município, tanto interna quanto externa,

utilizando o conceito de cidades inteligentes com o propósito de empoderar o cidadão e fazer com que todas as informações alcancem a população com rapidez, correção e eficiência, utilizando os portais e aplicativos, além de sistemas;


10) Garantir a cobertura total nos Centros de Educação Infantil/Creches com a construção

de no mínimo duas novas unidades na Zona Leste, uma na Zona Oeste e uma na Zona Sul,

revisando a disponibilidade de professores dentro das diretrizes da educação e com

transparência na gestão das vagas.

__________________________________________________________________________________


Quer conhecer mais propostas? Você pode acessar o plano de governo na íntegra clicando aqui.


Outras fontes consultadas:

Facebook oficial de Yula Merola

Site oficial Cidadania


Inscreva-se na lista do Paralelas para receber nosso conteúdo:

http://bit.ly/coletivo-paralelas

© 2019 por Coletivo Paralelas. Poços de Caldas - MG.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon